Mostrando postagens com marcador arte. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador arte. Mostrar todas as postagens

sábado, 26 de outubro de 2013

Convido-os para minha Exposição de Máscaras...

Então, querem fazer uma viagem no tempo e vir comigo até Paraty?
1992 - minha exposição de Máscaras na Casa da Cultura.
Eu fiz o convite com aquarelado...catei as folhas secas, cipó, pedras...foi muito bom!

Meu marido estava com alguns projetos lá e eu, então, bolei esta exposição. Convidei-o também a participar com as 3 máscaras do folclore que ele tinha feito. Tinham máscaras e fotos, algumas poucas esculturas também.Máscaras do Folclore, dos Orixás, a Máscara do Rio ( que vomitava dejetos e a sujeira...rs..), e muitas outras.
O pessoal da Casa da Cultura se entusiasmou e com sua equipe, Temilton e o Diuner me ajudaram muito! Montaram até " o quarto escuro" que eu imaginava... Foi muito bom lembrar...
Nesta 1ª parte vou mostrar-lhes apenas o quarto escuro...rs...algo bem "moderno" para aquele tempo...rs...
(não ficarei triste se não gostarem, este tipo de coisa não agrada mesmo a todos os gostos...rs...
Mas na 2ª parte, garanto que tem coisas bonitas...rs....Ah! teve até um coral! e muitos turistas além dos alunos de lá e...claro de vocês!

Então, vamos lá! Logo na entrada do quarto escuro com as 6 esculturas havia um texto. Você ia andando, via as esculturas uma a uma e voltava, mas na volta as esculturas tinham, quase todas, um outro nome. É só clicar nas fotos que elas ampliam:
Vou colocar aqui as esculturas do fim para o começo, na viagem de volta do "LOUCO" (que somos quase todos nós) pois é uma mensagem com esperança...ao contrário de quando víamos as esculturas desde o início até quando a vida nos deixa loucos...rs...não se ofenda, eu disse que somos "quase" todos loucos.
1. A Loucura com seu EU dividido, que se transforma...no Louco:
2. Aprisionado ( bem, esta fica assim mesmo na ida ou na volta!...rs...

   3. A, por vezes doce, "Gaiola Dourada" que se transforma em "Prisão". Mas se o Louco acha um jeito de romper as correntes...rs...
4. Quando a cara cai - só pode cair se e quando percebemos tudo!, mas o LOUCO cheio de esperança muda as coisas e a usa como um gesto de sair "Buscando o EU"
5. O Palco da Vida ( adorei esta escultura- eram duas mulheres - a velha segurando na mão a lembrança de sua juventude...rs...Ui, quando eu fiz este trabalho eu era jovem...agora já estou nessa! E, refletido no espelho, a jovem mulher segurando uma máscara dela mesma mais bonita, ou maquiada, ou enfeitada para ser aceita e amada): O louco, claro se ele conseguiu romper as correntes, volta para o palco da vida e compreende a necessidade de suas máscaras, no bom sentido, claro ( já sei que muita gente vai dizer que não usa máscaras e vai se ofender e sei mais o que...mas cara! amigo/amiga, se quiser você pode ser aquele/a que é perfeito,  não tem rosto, ou tem um só, sempre e sempre, e sempre o mesmo jeito congelado de ser. Não quero ofender ninguém aqui!...rs...)
Outra vez só pra lembrar que a gente não foge do Palco da Vida...rs... e simplesmente porque é natural nos adaptarmos a diferentes situações, tentarmos trabalhar nossa personalidade e tentarmos não nos acomodar apenas aquilo que gostaríamos de ser, porque então seríamos sempre iguais, e sozinhos, se não levássemos os outros em consideração...

E, finalmente, o Útero/ Casulo...alguns chamam de "zona de conforto"... onde os loucos como EU, precisam se refugiar para digerir as coisas, sofrer as transformações necessárias, e muitas vezes MORRER, para poder RENASCER, como Fenix!! 


Então é isso!
Em outro post eu coloca as mais bonitinhas...rs...
Beijos aos amigos que vierem me visitar em minha exposição de alma, digo, de MÁSCARAS!!
Amo máscaras. É uma de minhas poucas, mas totalmente envolventes paixões!
Ah! que saudade me deu daqueles dias, daquele trabalho que, afinal de contas, serviu de incentivo para muitos outros e muitas outras exposições. Que pessoal legal aquele. Eles me compreenderam muito bem e foi ótimo trabalhar com eles! 

FOTOS E TEXTO: VERA ALVARENGA.

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

" Domingo com o Bumba meu Boi"

Neste domingo, dia 22 de agosto, no Projeto domingo na Praça, aqui em Sorocaba, o show foi por conta do Núcleo Cultural Popular Leão da Vila, que apresentou o "Bumba meu Boi".
   No início, começaram tímidamente e de maneira simples contaram a história do "Boi", depois, foram crescendo e apresentando as outras danças... o boi do Maranhão, e de outros Estados do Brasil.
  Formado por crianças ,jovens e adultos, o grupo se encontra aos sábados e, conforme nos contou seu apresentador, não ensaia apenas para suas apresentações em festivais e festas populares de Sorocaba, São Paulo e região, mas, principalmente
com o objetivo de se divertirem, se encontrarem para um momento de união, visando sentirem-se felizes!
    Todos que estavam no Parque Campolim, ficaram encantados e aplaudiram com entusiasmo.
   O casal que fundou o Núcleo em 2006, Ramon e Telma, estão de parabéns e todos os seus componentes.
   Taí, uma forma que jovens encontraram para ajudar uma comunidade a desenvolver uma atividade maravilhosa de dança, onde todos convivem com alegria e cooperação, cujo resultado se mostrou excelente! Adorei ter estado lá! Maravilha este Projeto!  Parabéns a todos!

 Texto e fotos : Vera Alvarenga

Compartilhe com...