segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Atravessando pontes...


 Já atravessei muitas pontes,
e quando sozinha, algo maior que tudo me impulsionava,
coragem e fé me inspiravam

Meu coração, contudo, hoje por vezes me intima
e prometi a ele atravessar as maiores,
somente se sua mão estiver ali no meio,
estendida em minha direção,
e um sorriso em seu rosto me receber...
e então, reencontrarei... reencontraremos,
do outro lado, 
o motivador de todas as coisas...
 












E, com certeza, este dia será abençoado!
E lembrado pelos que nos querem bem,
como o dia em que renascemos.
E o sol brilhará de novo,
em mil flocos de luz...
E então o desejo ardente
se fará em luz incandescente
e criará asas em mim e eu
saberei de novo, quem sou...

Fotos e texto: Vera Alvarenga

3 comentários:

  1. Respostas
    1. Eu antes atravessava todas, era destemida! De um tempo recente pra cá...sempre páro e se a ponte está deserta, pondero...
      Bem, quanto a você, melhor atravessá-las sim, é sinal que tem confiança ou que reconhece não poder continuar sem atravessá-la...ou não chegará em casa...rs... Beijo.

      Excluir
    2. E lembre-se Sissy! quando não temos escolhas somos capazes de extremíssimos atos de heroísmo e coragem...rs...

      Excluir

Seu comentário é bem vindo ! Obrigada

Compartilhe com...