sábado, 17 de março de 2012

Fotos do belo que há pra ver...





Saudades de quando eu ia plena de amor,
como se de minha simplicidade me bastasse!









Quando a ingenuidade eram as asas
que me libertavam dos limites...











E há quem diga que de amor
não se pode viver!
Eles me disseram que,
só do belo, a vida não se faz!








Mas certamente podemos escolher
para onde direcionar o olhar.








Eles que me digam quando ficarem velhos,
como eu, ou se a velhice os cegar,
ou se o amor morrer!



Fotos e texto: Vera Alvarenga

2 comentários:

  1. Mas que flores linda, Vera!
    Adorei tudo.
    Bom domingo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Sissy! Bom domingo pra vocês também!
      Beijos.

      Excluir

Seu comentário é bem vindo ! Obrigada

Compartilhe com...